Início » Campo, Juventude

Jovens pelo CETA realizam I Encontro Ecológico do Acampamento Lindaura Lacerda

15 julho 2011 Comentários desativados em Jovens pelo CETA realizam I Encontro Ecológico do Acampamento Lindaura Lacerda

No último dia 5 de junho, Dia Mundial do meio ambiente, os Jovens Pelo CETA, junto com a professora Rita Cássia Britto, da escola Costa Azevedo, comemoraram realizando I encontro Ecológico do Acampamento Lindaura Lacerda Santos, na fazenda Tamburi em Encruzilhada, Bahia.

 

A programação foi fruto de muitas discussões, explorações de ideias e da própria área da Fazenda Tamburi. Foram confeccionados cartazes, feitos a mão, um à um; e convites foram entregues nas escolas rurais vizinhas e nos serviços municipais.

 

Durante a manhã, a abertura do encontro ficou por conta das crianças, as “sementes” da professora Rita, que fizeram uma mística para dar início às atividades. Logo depois da abertura, os jovens apresentaram o Quintal Comunitário e Educativo, projeto desenvolvido com a colaboração do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), do CEAS e voluntários da E-Changer.

 

Ainda na parte da manhã, os quase 50 participantes tiveram a oportunidade de participar de uma aula de campo, na qual se dividiram em quatro grupos para observar o meio ambiente. No momento, os encontristas puderam discutir a topografia, o solo e o impacto da ação do homem na natureza.

 

O filme “A história das Coisas” (http://www.youtube.com/watch?v=lgmTfPzLl4E) abriu os trabalhos da tarde. Os 04 grupos reuniram-se para listar os problemas observados na caminhada e propor ações concretas permitindo um desenvolvimento sustentável, reduzindo os impactos ao meio ambiente.

 

Bruno Kull, membro da equipe rural do CEAS, conta que essa atividade é um “desdobramento direto” do Intercâmbio Regional em Agroecologia realizado em Irecê e revela que “O intercâmbio é uma metodologia que a gente acredita muito e aposta para induzir mudanças de comportamentos, por isso queremos divulgar e fortalecer. Queremos, e insistimos em fortalecer esta idéia de intercâmbios e troca de ideias, teçendo juntos numa só rede de conhecimentos e lutas”.

 

Foi impressionante em observar mais uma vez o impacto do intercâmbio de Irecê”, afirma Bruno, acrescentando que “as sementes trazidas de Irecê em novembro 2010, colocadas em viveiro logo depois do retorno, brotaram e já estão na terra produzindo mais sementes.

 

Bruno ainda destacou a apresentação de dois Jovens pelo CETA e falou de suas impressões, lembrando “o orgulho de Jonatã, do lado da Gliricidia recém plantada no quintal. Ele mesmo trouxe as sementes, cuidou delas em casa até ser plantada agora no quintal educativo” e “a maestria de Matéu explicando como colher as cascas das árvores utilizadas para remédios caseiras sem comprometer a vida da árvore e sem prejudicar a natureza”.

 

 

 

 

 

Esta página não recebe comentários.