Assentamento Dois Riachões do Movimento CETA conquista a imissão de posse da área

Na última sexta-feira, dia 25 de maio, a comunidade Dois Riachões, até aquela data pré-assentamento do Movimento CETA, recebeu a visita do INCRA/BA para receber, após 17 anos de ocupação e luta, a imissão de posse da área. Situado no município Ibirapitanga, no território de identidade do Baixo Sul, o agora assentamento Dois Riachões abriga 39 famílias camponesas, nos seus 407 hectares de terras.

Em um momento como este que o país atravessa, de retrocessos nas políticas de reforma agrária, a conquista é um marco importante para a reafirmação da importância da organização e luta popular, mas também chama atenção para o quanto ainda é difícil romper as cercas da concentração de terras no país.

As famílias ocuparam a área, que era uma fazenda devastada pela cultura cacaueira e bovina, e a transformaram em um território que cumpre a sua função social em diversos sentidos. Hoje, o assentamento é um exemplo de experiência de transição agroecológica, com produção de alimentos diversos e saudáveis que abastecem as famílias e as feiras orgânicas na região.

Pela ocasião do ato de concessão da posse, Clodoaldo Oliveira (Neto), militante do CETA e morador do assentamento escreveu:

“Camaradas, o processo é árduo e lento, mas a persistência é a arma que nos fomenta a trilhar no caminho da esperança. A resistência é a estratégia da conquista. A produção alinhada com a organização social é o alimento que arquiteta o sonho, é a justificativa da permanência. O CETA é o escudo e lança que se arraiga na frente da batalha. Assim, os 17 anos de história da comunidade Dois Riachões, escreve mais algumas linhas no seu livro, cujo capítulo de hoje, é a imissão de posse de fato da área.
Comemoramos hoje a visita do INCRA, juntamente com os oficiais de justiça, realizando o ato formal da assinatura da imissão de posse, cujo capítulo deste livro entoa novas palavras que consagra no palco da luta por direitos, o assentamento de 39 famílias que persistiram, resistiram e conquistaram, mesmo em tempos que tão sombrios.”

Please follow and like us:
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
WhatsApp